Províncias

Obras nos municípios são melhor fiscalizadas

Delfina Victorino | Cuito

Os programas de construção de obras de carácter socioeconómico a nível dos municípios da província do Bié, são melhor fiscalizados com a criação dos Gabinetes de Apoio Técnico Municipais (GATEC).

O projecto de criação dos gabinetes técnicos, apresentado ontem, na cidade do Cuito, surgiu da necessidade de se acelerar e controlar os programas a serem executados no interior da província do Bié.
O engenheiro Rui Reis, da empresa de consultoria GB, disse que o projecto é fruto de uma reunião realizada no início deste ano, sob liderança do governador provincial do Bié, Álvaro de Boavida Neto. A criação de gabinetes técnicos para os municípios visa fiscalizar as actividades realizadas a nível das localidades da província.
A constituição dos GATEC tem como base as repartições técnicas municipais, desde o sector da Energia e Águas, Obras Públicas e Urbanismo. Os GATEC vão acompanhar e monitorizar os investimentos públicos nos municípios, para garantir a envolvência de vários sectores e para o conhecimento das obras públicas. Dada a extensão e a existência de nove municípios, houve a necessidade de se criar três gabinetes técnicos, através das localizações geográficas.
Rui Reis disse que foi feita a divisão dos gabinetes de apoio técnico municipais do sul, norte e centro leste, e cada GATEC controla três municípios. “Nharêa, Andulo e Cunhinga pertencem à zona norte, Chinguar, Cuito e Chitembo fazem parte do sul e o centro leste controla os municípios de Catabola, Camacupa e Cuemba”, refere. Cada GATEC tem o seu supervisor, além de dispor de uma base operacional.
O vice-governador para a área técnica e infra-estruturas do Bié, Fernando Tchatuvela, realçou a importância da formação e solicitou aos administradores municipais a aplicação da lei sobre a execução de empreitadas públicas. O acompanhamento dos projectos públicos nas administrações municipais deve ser feito para detectar todas as fragilidades existentes ao longo da execução de determinados projectos.            e propor melhorias.

Tempo

Multimédia