Províncias

OMA incentiva Governo a construir mais escolas

Delfina Victorino | Cuito

A secretária provincial do Bié da Organização da Mulher Angolana (OMA), Amélia Calumbo Quintas, defendeu a ideia de o Governo local apostar na construção de mais escolas, para a redução do índice de analfabetismo.

Novas escolas vão permitir que mais crianças sejam inseridas no sistema de ensino
Fotografia: Edson Fabrizio | Cuito

A responsável da organização feminina do MPLA, partido no poder, apontou também a necessidade de se apostar mais nos serviços básicos de saúde. Amélia Calumbo Quintas lembrou, ainda, que uma das principais tarefas da OMA é velar pela melhoria das condições de vida da população e sobretudo da mulher rural.
A secretária provincial da organização feminina do MPLA admitiu, por outro lado, existir um elevado número de crianças fora do sistema normal de ensino.
Disse, também, haver a necessidade de toda a sociedade colaborar na preservação das infra-estruturas sociais já existentes, para dar-se continuidade aos projectos traçados.
“Houve uma explosão demográfica em pouco tempo na província do Bié, devido à transição de pessoas provenientes de diversos pontos do país por vários motivos e, por essa razão, há a necessidade de se melhorar os serviços básicos”, frisou.
Amélia Quitas Calumbo disse, ainda, que o papel da mulher na sociedade sempre mereceu atenção especial por parte do Executivo angolano.
“Sendo a OMA uma organização feminina, realiza vários projectos sociais que visam a ascensão desta franja da sociedade nos mais diversos sectores”.

Tempo

Multimédia