Províncias

ONG ensaia nova tecnologia para a desminagem no Kuito

A Organização Não Governamental Britânica “The Hallo Trust” ensaia, na província do Bié, nova tecnologia de desminagem, de forma a acelerar o processo de clarificação dos campos.

Combate às minas tem novos meios que estão a ser testados e vão permitir acelerar o processo de desminagem na província do Bié
Fotografia: Jornal de Angola

A Organização Não Governamental Britânica “The Hallo Trust” ensaia, na província do Bié, nova tecnologia de desminagem, de forma a acelerar o processo de clarificação dos campos.
A informação foi avançada ontem, sexta-feira, no Kuito, pelo chefe das operações daquela ONG, João Baptista, explicando que os novos meios comportam detectores manuais, do tipo GC 421 e Minelabs, que permitem desminar de forma mais eficaz e aceleradamente, confirmada através de teste, desde a sua chegada.
Afirmou que a ONG vai aumentar, nos próximos tempos, a clarificação das áreas minadas naquela parcela do território, considerada como uma das áreas do país com mais minas implantadas.
João Baptista informou que, durante o primeiro semestre do ano, a “The Hallo Trust” clarificou nove campos, nos municípios do Cunhinga, Andulo e Chinguar, resultando na desminagem de 233 mil e sete metros quadrados e a redução do risco de perigo de minas em mil e 720 quilómetros de estrada.
Adiantou ainda que a instituição desactivou e destruiu 489 engenhos explosivos diversos, removidos no solo e sub-solo.
Para este semestre, segundo o responsável, a instituição perspectiva o aumento das áreas de desminagem, face aos novos equipamentos a serem utilizados, de forma a acelerar o processo em áreas consideradas de emergência.

Tempo

Multimédia