Províncias

Profissionais de saúde estão mobilizados

O vice-governador para a esfera Política e Social da província do Bié solicitou aos profissionais da saúde empenho e dedicação contínuas no exercício das suas tarefas, com vista a contribuir para a redução da mortalidade.

Técnicos aconselhados a promoverem campanhas de prevenção contra várias endemias
Fotografia: Santos pedro

Ao intervir no acto de encerramento das jornadas científicas, promovidas pela direcção do Hospital Geral do Bié, Carlos Ulombe da Silva reconheceu melhorias, mas solicitou o contínuo empenho dos quadros da saúde, com vista a ganharem a confiança da população e dos pacientes em particular.
Carlos Lombe da Silva aconselhou  os técnicos de saúde a promoverem junto das comunidades, fundamentalmente rurais, campanhas de sensibilização sobre a prevenção de doenças como a malária, Sida, sarampo ou tuberculose.
Durante dois dias, os participantes debateram temas relacionados com a necessidade da formação de quadros, ética e deontologia profissional, relação hospital e comunidades, sintomas e a forma de prevenção e tratamento de várias doenças e a biossegurança.
As jornadas  decorreram sob o lema “partilha de conhecimento para a melhoria da saúde da população” e serviram para reforçar a troca de experiências entre os técnicos de enfermagem das unidades orgânicas do hospital e os estudantes da escola superior politécnica, sobretudo os de especialidade de enfermagem. Participaram no encontro, o director-geral da Escola Superior Politécnica, Gerson Palhares, membros do Governo, estudantes universitários, enfermeiros, docentes, membros da Polícia Nacional e convidados.

Escolas no Andulo


A população estudantil do município do Andulo, 130 quilómetros a norte da cidade do Cuito, ganhou este ano, 64 novas salas de aulas que, a partir do próximo ano lectivo, vão acolher oito mil alunos em dois turnos.
O administrador municipal do Andulo, Moisés Américo Cachipaco, informou, durante a cerimónia de cumprimentos de fim de ano, que as infra-estruturas foram construídas à luz dos programas de desenvolvimento rural e de combate à pobreza.
Foram também construídas habitações para os quadros docentes que trabalham em localidades distantes da sede do município, de forma a facilitar o bem-estar habitacional.
Moisés Américo Cachipaco garantiu a construção contínua de mais salas nos próximos anos, para que as crianças das localidades longínquas do município deixem de percorrer muitos quilómetros para irem à escola.
O município do Andulo matriculou, este ano lectivo, 72.599 alunos do ensino primário ao médio. E tem157.569 professores.

Tempo

Multimédia