Províncias

Programa "Angola Jovem" apoia criação de empresas

Afonso Belo| Kuito

O Programa Angola Jovem está a melhorar o modo de vida da juventude na província do Bié com a abertura de micro empresas, criação de cooperativas agrícolas e na prestação de serviços socialmente úteis, revelou ontem o director provincial da Juventude e Desportos, Carlos da Silva Ulombe.

O Programa Angola Jovem está a melhorar o modo de vida da juventude na província do Bié com a abertura de micro empresas, criação de cooperativas agrícolas e na prestação de serviços socialmente úteis, revelou ontem o director provincial da Juventude e Desportos, Carlos da Silva Ulombe.
O Bié é uma das províncias mais destacadas no Programa Angola Jovem com a execução de um bairro social para juventude, o Projecto Crédito Jovem, formação técnico profissional e o crédito agrário.
Carlos da Silva referiu que Projecto Crédito Jovem já beneficiou mais de 300 jovens e transformou vendedores ambulantes em pequenos e médios empresários, cujos empreendimentos geraram empregos para outros jovens.
A formação técnica e profissional tem formado jovens nas especialidades de mecânica, serralharia, electricidade, corte e costura, culinária e informática. Depois de concluírem a formação, os jovens recebem gratuitamente instrumentos de trabalho, numa acção em cooperação com a Direcção Provincial da Administração Emprego e Segurança Social.
No crédito agrário, mais de cem empregos foram criados nas cooperativas criadas por jovens.    
Quanto ao bairro social da juventude, está prevista a entrega das primeiras casas até finais de 2010. O director provincial da Juventude disse que no âmbito do Projecto Crédito Jovem foram já concedidos empréstimos no valor de 200 mil dólares só na primeira fase.
Carlos da silva acrescentou que as atenções da Direcção Provincial da Juventude estão viradas para o interior da província com projectos que vão beneficiar os jovens dos municípios do interior também beneficiem de igual maneira os projecto concebidos e que visam garantir a todos uma vida digna.
Os programa conta com o apoio do Banco de Poupança e Crédito e outros parceiros oficiais.   

Tempo

Multimédia