Províncias

Projecto "Vem comigo" lançado em Nharea

José Chavezs | Nharea

O projecto “Vem comigo”, que visa apoiar pessoas portadoras de deficiências, foi lançado no município de Nharea pelo presidente da Associação Nacional dos Deficientes de Angola (ANDA).

Silva Lopes Etiambulo referiu que, até agora, a associação já registou mais de 600 pessoas deficientes físicas, na sua maioria do sexo masculino, que em breve vão merecer assistência e reintegração no sector produtivo.O presidente da ANDA disse que com o lançamento do projecto em Nharea, os deficientes vão deixar de se deslocar ao município do Andulo, onde têm recebido alguns apoios.Silva Lopes Etiambulo disse que quando o Governo disponibilizar as verbas, na qualidade de parceiro principal da associação, vai ser construído, em Nharea, um centro de formação polivalente para apoiar a formação dos deficientes físicos e jovens sem ocupação.
Num outro levantamento realizado, em parceria com a Administração Municipal da Nharea, a ANDA apurou a existência de 1.339 antigos militares ainda não reintegrados. Para a sua integração, anunciou a abertura de cooperativas de produção agrícola.Lopes Etiambulo falou igualmente das dificuldades com que a organização se debate para executar os projectos, salientando a necessidade da atribuição de 150 mil kwanzas para que cada deficiente seja reintegrado no processo produtivo.
Mas, garantiu que a maioria dos projectos, no município de Nharea, vão ser canalizados em programas de fomento à agricultura e pesca artesanal, devido ao potencial e à existência de terrenos agrícolas e rios, além de cooperativas de prestação de serviços.Na província do Bié, a ANDA tem igualmente vários projectos de assistência aos deficientes de guerra no município do Andulo.

Tempo

Multimédia