Províncias

Projectos agrícolas estão em expansão

Delfina Victorino| Cuito

O director provincial do Bié da Agricultura, Marcolino Sandemba, defendeu ontem no Cuito a necessidade de se expandir a agricultura familiar  com o objectivo de corresponder às expectativas do Executivo de diversificação da economia.

Marcolino Sandemba sublinhou que as associações devem estar informadas sobre os direitos e deveres de um associado e a finalidade de uma cooperativa na comunidade.  Na sua opinião, as acções comunitárias podem facilitar a concretização das políticas públicas, desde a concessão de créditos a outros apoios do Executivo.
A agricultura familiar, sublinhou, é praticada em grande escala na região centro, colocando uma grande quantidade de alimentos à disposição dos consumidores.
Uma das prioridades do sector, acrescentou, é transformar os pequenos agricultores em empresários agrícolas, que actualmente não existem no Bié, uma região com potencialidades agrícolas ainda por serem exploradas.
Na província do Bié, cada município tem uma característica agrícola própria, sendo o arroz em Camacupa, a batata-rena no Chinguar, o feijão manteiga em Catabola, as verduras e legumes em todas as localidades. Segundo o director provincial da Agricultura, os camponeses da região têm sido apoiados com sementes, fertilizantes e instrumentos de trabalho, para aumentarem a produção, no âmbito do programa de combate à pobreza.

Tempo

Multimédia