Províncias

Protecção civil apoia famílias desalojadas

Matias da Costa |Kuito

Cerca de 20 famílias desalojadas das localidades da Ilha e Kangangué, no município do Cuito, conheceram, ontem, as áreas onde vão ser definitivamente realojadas pela administração local, revelou o coordenador provincial da Comissão Executiva de Protecção Civil do Bié.

Cerca de 20 famílias desalojadas das localidades da Ilha e Kangangué, no município do Cuito, conheceram, ontem, as áreas onde vão ser definitivamente realojadas pela administração local, revelou o coordenador provincial da Comissão Executiva de Protecção Civil do Bié.
 José Pinto disse que a comissão realojou as famílias sinistradas no Chisssindo, considerada zona de fácil acesso e com maior segurança, dando assim maior dignidade à população. />Na nova zona, referiu, as famílias foram apoiadas com instrumentos básicos, como tendas, jogos de cozinhas, cobertas, roupas usadas, alimentação e cem chapas de zinco. As administrações municipais, em parceria com a comissão executiva, declarou, desenvolvem estudos de identificação de novas famílias em zonas de risco para as realojar em locais de maior segurança.
José Pinto revelou que a comissão executiva vai apoiar, na cidade do Cuito, 136 pessoas vulneráveis com meios diversos.

Tempo

Multimédia