Províncias

Quadros estão em formação na província

Delfina Victorino | Cuito

Vários profissionais dos distintos órgãos de Comunicação Social estatais e privados e técnicos do Centro de Documentação e Informação do Governo Provincial do Bié estão a ser formados em diversas matérias, na cidade do Cuito.

Jornalistas têm contribuído na consolidação da harmonia entre os cidadãos
Fotografia: JAimagens

O director em exercício do Centro de Formação de Jornalistas (Cefojor), Casimiro Puabuo, disse que o curso, com duração de 15 dias, tem duas fases diferentes, sendo a primeira relacionada com matérias ligadas à Língua Portuguesa, dada a sua importância na informação e formação da sociedade.
Casimiro Puabuo esclareceu que a formação está inserida num plano de acção do Cefojor, tendo em conta a sua importância na actividade jornalística.
Para garantir a formação, existem formadores disponíveis para transmitirem os novos conteúdos, que podem ajudar na resolução de algumas dificuldades enfrentadas pelos profissionais da comunicação.O director em exercício do Cefojor garantiu que a formação vai habilitar os profissionais com ferramentas que vão contribuir para melhorar na missão de informar com transparência, coerência, coesão e isenção.
O responsável salientou que é preciso ter-se em conta os princípios deontológicos, para que se melhore o grau de desempenho no exercício da actividade dos profissionais do sector a nível da província do Bié.O vice-governador provincial para a esfera Política e Social, Carlos Ulombe da Silva, reconheceu os esforços empreendidos pelos profissionais da Comunicação Social no exercício das suas funções.
Carlos Ulombe da Silva destacou a disponibilidade demonstrada pelos jornalistas na missão de informar e formar a população.O vice-governador reconheceu ainda que os jornalistas têm contribuído na consolidação da paz, democracia, tolerância e harmonia entre os cidadãos.

Tempo

Multimédia