Províncias

Radiografado sector das Obras Públicas

Afonso Belo | Kuito

 O governador provincial do Bié, Álvaro de Boavida Neto, realizou visitas de constatação a diferentes sectores sociais, verificando o andamento das obras públicas em curso na cidade do Kuito.

 O governador provincial do Bié, Álvaro de Boavida Neto, realizou visitas de constatação a diferentes sectores sociais, verificando o andamento das obras públicas em curso na cidade do Kuito.
O director provincial das Obras Públicas, João Marques Bango, reconhece a existência de obras paralisadas e outras que ultrapassaram o seu prazo de entrega devido à falta de liquidação de pagamento. Segundo disse, existem obras cujo termo estão previstas para o primeiro trimestre deste ano, tais como a escola de formação feminina, museu Agostinho Neto, 14 residências para quadros e a casa protocolar do governo.
O governador orientou o gabinete de estatística e planeamento de obras públicas e a inspecção, no sentido de apresentarem dados sobre a situação das obras, para posteriormente poder traçar novas estratégias de actuação.
Para o governante, as atenções do governo estão viradas para a conclusão dos projectos já iniciados e para o projectar de outros, na perspectiva de garantir uma vida condigna às populações.
Relativamente às vias de acesso, precisou que existe um programa de reabilitação das vias inter-municipais e comunais para facilitar a livre circulação de pessoas e o escoamento de produtos do campo para a cidade. O governo da província adquiriu já três kits de reparação das referidas vias, que entrarão em acção a partir do próximo mês de Abril.
O troço Kunje–Kamacupa e Kunje –Andulo são os mais críticos, encontrando-se as obras paralisadas  devido à falta de pagamento às empresas privadas de obras públicas.
A nível da província, até ao final do ano de 2009, foram asfaltados cerca de 350 quilómetros de estrada e está prevista a conclusão dos trabalhos nos troços Kuito – Huambo e Kuito Andulo. Está em fase conclusiva a construção da ponte sobre o rio Kuquema, no troço rodoviário Kuito desvio que dá acesso às províncias do Huambo e Kuando Kubango e às pontes sobre os rios Membia e Kutato, na via Andulo Kalussinga.
O sector vai ainda intervir nas pontes de acesso às aldeias, ombalas e comunas, com base no material de fabrico local, em diversos troços do interior da província.
Desde que assumiu a governação da província do Bié, Álvaro de Boavida Neto já  radiografou os sectores da saúde,  comunicação social,  administrações municipais  do Kuito e do Kunhinga.

Tempo

Multimédia