Províncias

Reabilitação da barragem segue ao ritmo pretendido

Delfina Victorino|Cuito

Os trabalhos de reabilitação da barragem hidroeléctrica de Camacupa, localizada a cerca de 82 quilómetros do Cuito, estão a decorrer a bom ritmo, garantiu ontem a administradora municipal, Alcida de Jesus.

Administradora municipal Alcida de Jesus
Fotografia: Edson Fabrizio

A hidroeléctrica de Camacupa esteve paralisada durante mais de 20 anos, devido à existência de engenhos explosivos não denotados implantados no empreendimento durante a guerra, mas deve entrar em funcionamento, nos próximos tempos.
As dificuldades existentes no domínio de energia eléctrica no município de Camacupa tornaram indispensáveis os trabalhos de recuperação desta barragem que, depois de concluídas as obras, também vai fornecer electricidade aos municípios de Catabola e Cuemba, explicou. A reabilitação está a ser feita através de um programa do Ministério da Energia e Águas destinado a recuperar estruturas energéticas. O chefe do departamento provincial do Instituto Nacional de Desminagem (INAD) no Bié, Barnabé Frederico, revelou que já foram desminados, nos últimos meses, 28.966 metros quadrados de área pertencente à barragem de Camacupa.
Durante o trabalho de desminagem foram encontrados 3.396 metais, 1.214 munições, 16 engenhos não detonados e uma mina anti-pessoal.
Na área total de 40 hectares da hidroeléctrica, os profissionais do INAD estão a cumprir o trabalho de desminagem, de forma mecânica e manual, sob a orientação do Governo do Bié.

Tempo

Multimédia