Províncias

Rede escolar na província quer promover parcerias

Matias da Costa | Cuito

O sistema de ensino geral básico no Bié conta em breve com a parceria de escolas privadas comparticipadas, anunciou o vice-governador para o sector Político e Social.

Carlos Ulombe da Silva fez o anúncio numa visita do governador provincial, Boavida Neto, a instituições escolares destinada a avaliar o nível de preparação da abertura do ano lectivo.
O vice-governador disse ser intenção do Governo Provincial enquadrar nos próximos anos o maior número de alunos em salas de aulas dignas e que se verifica o crescimento de iniciativas privadas no domínio do ensino.
Estas escolas, salientou, vão auxiliar o Governo Provincial, ao acolher um grande número de alunos.
Carlos Ulombe da Silva referiu que 95 por cento das escolas avaliadas têm condições aceitáveis e que “o próximo passo é o estudo dos instrumentos técnicos e pedagógicos para se poder acolher na região mais alunos sem constrangimentos”.
“É necessário cumprir escrupulosamente a lei sobre o ensino privado para se evitarem contenciosos de trabalho e e administrativo”, declarou.
O vice-governador sublinhou a importância da comparticipação privada, “desde que ela observe os parâmetros estabelecidos na perspectiva de formar quadros que contribuam para o desenvolvimento da província”.
O Governo Provincial, disse, está disponível a trabalhar com iniciativas privadas no âmbito da legislação que regula o funcionamento daquele sistema de ensino.
Na província do Bié há apenas quatro escolas privadas, todas no município do Cuito, nas quais estudam cerca de 1.500 crianças.

Tempo

Multimédia