Províncias

Registados menos casos de doenças

José Chaves | Andulo


O município do Andulo, na província do Bié, com um total de 54.251 doentes assistidos nas unidades clínicas durante o primeiro trimestre deste ano, registou uma redução significativa de patologias, revelou ontem o  director municipal da Saúde.

Fotografia: Jaimagem

José Cambuta  referiu que a redução de casos de pacientes nas unidades sanitárias deveu-se, em parte, ao reforço do trabalho de sensibilização e de prevenção realizado pelos técnicos do sector daquela região do centro do país.
José Cambuta avançou que a malária, com 30.982 casos, é a doença mais preocupante, seguida da parasitose, com 16.123. 
Além do paludismo e da parasitose, as autoridades municipais da Saúde diagnosticaram  doentes com problemas de infecções agudas,  intestinais e urinárias. Registou-se igualmente 688 partos.
A malária, infecções respiratórias e diarreicas agudas são enfermidades potencialmente epidémicas e imunopreveníveis, assim como a raiva, tétano, meningite e parasitoses intestinais.

Tempo

Multimédia