Províncias

Saúde revitaliza os serviços nos municípios da província

Matias da Costa | Cuito

A direcção provincial da Saúde, no Bié, pretende revitalizar os serviços de saúde nos municípios,  comunas e aldeias, com o objectivo de prestar melhor atendimento à população da região.

A direcção provincial da Saúde, no Bié, pretende revitalizar os serviços de saúde nos municípios,  comunas e aldeias, com o objectivo de prestar melhor atendimento à população da região.
José Augusto, responsável local da Saúde, disse ao Jornal de Angola que é prioridade da direcção provincial estender os serviços cuja falta se tem revelado como a principal causa de doença e morte na província do Bié .
“A assistência materno-infantil, o combate à malária, às doenças diarreicas agudas, entre outras, requerem o aumento e apetrechamento de infra-estruturas sanitárias na região”, disse José Augusto.
O director provincial afirmou que o clima de paz que se vive, há oito anos, proporcionou a construção e reconstrução de infra-estruturas sanitárias, que têm facilitado o acesso de serviços de saúde à população em áreas recônditas.
José Augusto revelou que, no âmbito do projecto “Saúde na Embala”, desenvolvido pelo sector, 36 postos de saúde beneficiaram dos principais serviços de atendimento às comunidades.
A província do Bié conta com 4.178 técnicos de saúde, dos quais 11 médicos angolanos e 28 especialistas cubanos, e 114 unidades sanitárias.
O director provincial da Saúde disse que os municípios do Cuito, Andulo e Camacupa são as únicas localidades que têm estruturas afectas ao Programa Alargado de Vacinação (PAV). Os outros terão serviços do PAV este ano.

Tempo

Multimédia