Províncias

Sedes administrativas vão ter novos edifícios

Josè Chaves | Bié

As sedes das comunas da Lubia e da Gamba, no município da Nharêa, na província do Bié, vão contar com novos edifícios, onde vão funcionar as respectivas sedes administrativas.

Estão em curso várias obras
Fotografia: DR

Os edifícios onde funcionam actualmente as administrações comunais da Lubia e da Gamba, a 40 e 50 quilómetros da sede municipal de Nharêa, não estão em condições de satisfazer a dinâmica que se regista nas respectivas vilas.
As administrações possuem um cenário desolador: tecto ruído, paredes com vestígios de infiltração de água, portas danificadas e mobiliário gasto, dificultando o trabalho de dezenas de funcionários ligados às repartições da Educação, Saúde, Energia e Águas, Serviços Comunitários e outras instituições públicas.
As duas comunas herdaram da administração colonial poucas infra-estruturas públicas. A maioria dos edifícios foi destruída pela guerra que assolou o país após a Independência Nacional, a 11 de Novembro de 1975.
A administradora municipal de Nharêa, Maria Lúcia Chicapa, disse ao Jornal de Angola que estão previstas várias acções para mudar a imagem do município, principalmente nos sectores da Educação e Saúde.
Com o lançamento do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza (PMIDRCP), as duas comunas estão a beneficiar de diversas acções, com destaque para a construção e reabilitação de infra-estruturas de impacto socioeconómico, ligadas aos sectores da Saúde, Educação, Transportes e Energia e Águas.
A sua localização geográfica e estratégica fez do município de Nharêa uma zona de disputa durante a guerra e, por esse motivo, muitas acções que visavam o seu crescimento e desenvolvimento foram obstruídas.

Tempo

Multimédia