Províncias

Sobe o número de infectados

Delfina Victorino| Cuito

Um total de 374 pessoas portadoras do vírus da sida é acompanhado, desde o ano passado, pelo centro de testagem e aconselhamento da doença na província do Bié.


O supervisor do Programa de Luta contra as Infecções de Transmissão Sexual, Adelino Camato, disse na segunda-feira que as estatísticas estão a preocupar as autoridades governamentais da província. A preocupação deve ao facto de o número de indivíduos portadores do vírus da sida ter aumentado significativamente, em relação aos anos anteriores.
As relações heterossexuais, homossexuais e bissexuais, o uso de material não esterilizado, produtos de transfusões, a transmissão vertical e outros, são os principais meios de transmissão do vírus. O município do Cuito, que conta com 260 casos, dispõe de uma clínica móvel, para facilitar o rápido atendimento de testagem voluntária.
O município do Andulo controla 42 casos, Chitembo, 20, Camacupa, 18, Cunhinga, 11, enquanto os restantes registam uma taxa baixa de infectados.
O supervisor provincial do programa de luta contra as infecções de transmissão sexual no Bié disse que o plano nacional estratégico de combate à sida vai cumprir as orientações superiormente emanadas, junto da coordenação das actividades do plano operacional. As actividades de sensibilização e de redução de portadores do vírus conta com alguns parceiros importantes, tendo em vista, também, reduzir o índice de prevalência da doença.
Estes serviços contam com a participação de 32 técnicos, provenientes de alguns municípios, que levam a cabo acções de divulgação do modo de prevenção das doenças sexualmente transmissíveis, com cartazes e panfletos.

Tempo

Multimédia