Províncias

"Terra do Futuro" aumenta o nível de produção local

JOSÉ CHAVES | Nharea

O projecto agrícola “Terra do Futuro” vai permitir aumentar os níveis de produção na região, afirmou a administradora de Nharea, Bié, Maria Lúcia Chicapa, na segunda-feira, durante a assinatura de um protocolo entre o Governo Provincial e o Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA), que vai definir os mecanismos para a sua concretização.

O director do “Terra do futuro”, João Manuel, considerou que o programa vai proporcionar o desenvolvimento social do país, associando-se a outros programas executados em todo o território nacional.
Além disso, vai criar, numa primeira fase, 60 fazendas agrícolas, com 250 hectares cada, que vão ser geridas por jovens formados em Agronomia ou Gestão, nos níveis superior e médio, com o objectivo de criar uma comunidade empresarial jovem.
O município de Nharea é a segunda localidade onde vai ser desenvolvido o projecto, depois de Quibala, no Kwanza-Sul.
O representante do BDA, Manuel da Piedade, realçou que o programa vai incentivar a produção agrícola na região centro de Angola e apoiar a actividade empresarial na província do Bié, tendo em conta as perspectivas de produção das fazendas, que podem atingir uma safra considerável.
O governador provincial do Bié, Boavida Neto, agradeceu a iniciativa do BDA e referiu que o Governo tem trabalhado no sentido de melhorar as condições de vida das populações com a criação de vários programas.

Tempo

Multimédia