Províncias

Terras aráveis desbravadas nos municípios

Delfina Victorino | Cuito

Cerca de nove mil hectares vão ser trabalhados este ano em todos os municípios da província do Bié, com o recurso a 300 juntas de bois para tracção animal, revelou ao Jornal de Angola o director da Agricultura e Desenvolvimento Rural.

Fotografia: Jornal de Angola

Marcolino Sandemba explicou que o principal objectivo da distribuição de juntas de bois aos camponeses é aumentar o nível de produção e reduzir a importação de cereais.
“Os valores empregues na aquisição de juntas de bois para a tracção animal vão ser reembolsadas com os rendimentos obtidos pelos beneficiários”, referiu, acrescentando que se perspectiva uma colheita anual de 300 toneladas de milho, feijão, soja e outros produtos. Os técnicos das escolas de campo têm realizado regularmente acções de formação dos agricultores sobre as formas correctas de tratamento da terra, num projecto que conta com a parceria do Fundo das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).
Marcolino Sandemba adiantou que a aposta na agricultura abrange, igualmente, a industrialização e o comércio dos produtos em várias regiões do país. Na província do Bié estão registadas 56 cooperativas e 468 associações de camponeses.

Tempo

Multimédia