Províncias

Valores morais e cívicos abordados em palestras

Afonso Belo e Elsa Dias | Cuito

O papel das famílias na prevenção de condutas desviantes foi o tema de um encontro promovido no Cuito pela Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher (DIFAMU) do Bié, com pessoas de vários estratos sociais.

População da província é aconselhada a denunciar os casos de violência doméstica
Fotografia: Kindala Manuel

A mudança de comportamento por parte dos membros dos núcleos da sociedade e a transmissão de valores morais e cívicos por parte dos adultos às novas gerações foram temas em debate.
Durante o encontro, que serviu para saudar o 15 de Maio, Dia Internacional da Família, foram também debatidas questões relacionadas com os mecanismos institucionais na prevenção e combate ao crime e sobre o papel dos pais no evitar condutas desviantes. A promoção dos valores da família e da cultura de tolerância para uma sociedade sem violência constaram também das abordagens feitas no encontro.
O vice-governador do Bié para a Esfera Política e Social, Carlos Ulombe da Silva, exortou as igrejas sediadas na região a transmitirem aos seus fiéis mensagens de paz e amor, para se construir uma sociedade harmoniosa e de boa convivência social. Afirmou, ainda, que as mensagens religiosas podem ajudar a unir as famílias na educação dos seus membros e sublinhou que compete ao Estado criar as condições que permitam às famílias proporcionar uma boa educação aos seus membros.
No encontro, que decorreu sob o lema “O papel da família na prevenção de condutas desviantes”, o vice-governador defendeu mais participação das famílias na transmissão dos valores morais e cívicos aos seus membros.

Tempo

Multimédia