Províncias

Várias pessoas correm o risco de ficar cegas

Delfina Victorino| Cuito

Mais de 300 pessoas estão afectadas pela epidemia da onconcercose no município de Nharêa, a cerca de 175 quilómetros do Cuito, na província do Bié, informou ontem, ao Jornal de Angola,  a administradora da circunscrição.

Maria Lúcia Chicapa disse que a epidemia da onconcercose está a provocar cegueira a centenas de pessoas de Nharêa, situação que preocupa as autoridades sanitárias, que procuram encontrar uma solução para combater a patologia.
Mais  de 100 pessoas que padecem da doença foram assistidas e neste momento os técnicos da saúde trabalham para apurarem a origem e a gravidade da doença, informou a administradora municipal de Nharêa.
“Há  a necessidade de se estancar esta doença para se evitar  que outras pessoas sejam também vítimas. Trata-se de uma patologia grave que deixa a pessoa completamente cega e debilitada. Estamos preocupados com  esta situação e esperamos nos próximos tempos estancar  o vírus da onconcercose que afecta uma boa parte dos habitantes de Nharêa”, disse Maria Lúcia Chicapa.
A população, acrescentou, está a ser aconselhada a procurar as unidades sanitárias, evitando a automedicação.

Tempo

Multimédia