Províncias

Veteranos da pátria ganham incentivos

Afonso Belo | Cuito

Antigos combatentes e veteranos da pátria receberam da Direcção Provincial do organismo no Bié de kits profissionais para desenvolverem o seu próprio negócio.

Os beneficiários, 260 no total, receberam kits de recauchutagem, serralharia, mecânica, pesca, alvenaria, alfaiataria, electricidade, carpintaria, canalização e instrumentos para a prática da agricultura. Os deficientes receberam cadeiras de rodas.
No acto da entrega dos bens, o director provincial dos Antigos Guerrilheiros e Veteranos da Pátria, Pedro Sabino, apelou para a criação de fundos financeiros para a manutenção e compra de peças de reposição. Pedro Sabino aconselhou os beneficiários que não sabem ler e escrever afrequentarem aulas de alfabetização e a realizar cursos de formação profissional. O vice-governador do Bié para a Esfera Política e Social, Carlos Ulombe da Silva, considerou os antigos combatentes e veteranos da pátria grandes heróis que devem merecer todo o carinho e apoio da sociedade. “Combateram pela libertação nacional, pela manutenção da soberania e pela paz. Merecem o nosso carinho e máximo respeito”.
A iniciativa dos beneficiários em juntar-se em cooperativas e associações para facilitar as actividades que desenvolvem no relacionamento com as instituições públicas foi louvada. 
Guilherme Lucavo, responsável da cooperativa de pedreiros, disse que apesar da sua condição de deficiente físico, é mestre-de-obras e garante ensinar a profissão aos membros da associação que dirige. “Todos bem formados podemos construir obras de qualidade”, disse.

Tempo

Multimédia