Províncias

Violência doméstica aumenta no Bié

Delfina Victorino|Cuito

Um total de 327 casos de violência doméstica foi registado desde o início do ano na província do Bié pela Direcção Provincial da Família e Acção Social, informou, ontem, na cidade do Cuito,  o director em exercício da instituição, Nelson Quintas, durante uma palestra sobre o tema “ Moralização da Mulher na Cultura da Denúncia de Violência Doméstica”.

O responsável disse que  no período em referência houve várias agressões físicas, abandono de crianças  pelos progenitores  e violência psicológicos. “A violência doméstica representa uma ameaça à paz social e influencia na  qualidade de vida das famílias. Por isso, as famílias devem ser as primeiras pessoas a transmitirem a tranquilidade para a mudança desta realidade”, disse  Nelson Quintas.
O responsável lembrou que os centros de aconselhamento familiares, têm resolvido  muitos  casos de violência familiar através do
diálogo e campanhas de sensibilização.O baixo nível académico, consumo excessivo de bebidas alcoólicas e o desemprego têm  sido
as principais causas  da violência doméstica na província.

Tempo

Multimédia