Províncias

Bié necessita de mais salas e professores

Delfina Victorino | Cuito

A província do Bié precisa de mais escolas e de professores, para permitir a inserção de 49.203 crianças, jovens e adolescentes que estão fora do sistema normal de ensino, disse ontem, ao Jornal de Angola, o vice-governador para a Área Política e Social.

Jovens com dificuldade de acesso ao ensino
Fotografia: Edson Fabrízio

Segundo Carlos Ulombe da Silva, a província possui 1.476 escolas, 11 das quais com obras terminadas este ano.
O vice-governador para a Área Política e Social sublinhou que 14.356 professores estão cadastrados na base de dados da Direcção Provincial da Educação e exercem as suas funções em diferentes municípios, comunas e aldeias da província do Bié.
Carlos Ulombe da Silva explicou que 581.2012 alunos estão enquadrados no sistema normal de ensino, apesar de algumas escolas não oferecerem condições favoráveis para o normal funcionamento.
Alguns alunos, acrescentou, estudam actualmente em salas pré-fabricadas e outros ao relento, devido à escassez de estruturas escolares. A superlotação de alunos em salas de aula tem dificultado o processo docente educativo em várias localidades.

Tempo

Multimédia