Províncias

Cabinda reforça a recolha e tratamento de resíduos

O Governo da Província de Cabinda recebeu o primeiro lote de meios para a recolha de lixo na cidade capital e periferia. Trata-se de 25 barcas e 50 contentores, adquiridos pelo Governo, que serão distribuídos de acordo com o plano elaborado pela Administração Municipal de Cabinda.

Fotografia: DR

De acordo com o vice-governador de Cabinda para a Esfera Técnica, Joaquim Malichi, que acompanhou a chegada dos meios, a província espera receber mais meios ainda este ano, que vão contemplar, igualmente, outros municípios.
O Governo Provincial tem levado a cabo várias iniciativas para fazer face ao lixo na cidade de Cabinda.
O ex-governador Eugénio Laborinho já tinha prometido envidar esforços para a mobilização de meios e equipamentos de limpeza e recolha de lixo na cidade de Cabinda. Depois de participar numa campanha de limpeza geral, denominada “Sábado Vermelho”, promovida pelo Conselho Provincial da Juventude (CPJ), que resultou na remoção dos principais focos de lixo na cidade, Eugénio Laborinho reconheceu que havia dificuldades em termos de meios materiais e de equipamentos para a limpeza e recolha de lixo.
Antes disso, tinha sido adoptado um conjunto de medidas para garantir o envolvimento de toda a sociedade na limpeza e embelezamento da cidade capital da província, com a fixação de dias e horário em que os órgãos e serviços da administração local do Estado, institutos e empresas públicas deveriam envolver os funcionários na limpeza das respectivas áreas. A determinação abrangia igualmente as instituições privadas, estabelecimentos comerciais, instalações industriais, serviços e estaleiros a funcionar na cidade de Cabinda e arredores.

Tempo

Multimédia