Províncias

Alfabetizadores estão a refrescar conhecimentos

A Direcção Provincial da Educação, Ciência e Tecnologia promove, desde segunda-feira, no município sede de Cabinda um seminário de refrescamento em que participam mais de 150 alfabetizadores.

A Direcção Provincial da Educação, Ciência e Tecnologia promove, desde segunda-feira, no município sede de Cabinda um seminário de refrescamento em que participam mais de 150 alfabetizadores. 
A secretária provincial da Educação, Ciência e Tecnologia, Berta Marciano, que presidiu à cerimónia de abertura, disse que a iniciativa visa refrescar os alfabetizadores.
Os formandos vão apoiar o programa de alfabetização e aceleração escolar (PAAE), para sensibilizar a sociedade para a necessidade de aderir ao mesmo e reflectir sobre a importância de saber ler e escrever. “Somente dotando de conhecimentos e superando os nossos formadores podemos alcançar os objectivos do processo de ensino e aprendizagem e diminuir os níveis de analfabetismo no pais.”
Durante o seminário, vão ser ministrados temas como “A apresentação da escala dos conhecimentos iniciais”, “Aula entrevista”, “Relação com a fala e a escrita”, “O uso do alfabeto”, “Ambiente alfabetizador”, “A avaliação das aprendizagens”, entre outros módulos.
De 2008 a 2010 foram inscritos no programa 34.379 alfabetizandos, dos quais 21.892 terminaram com êxito.
 Durante esse período foram formados 367 alfabetizadores.
Para o presente ano foram alfabetizados no módulo I, que corresponde à 1ª e 2ª classes do ensino geral, 3.566 cidadãos.
Participaram do mesmo 249 alfabetizadores e 15 supervisores, em toda a extensão da província de Cabinda, onde as autoridades locais estão a construir mais salas para reforçar o processo de alfabetização.

Tempo

Multimédia