Províncias

Antigos militares são reintegrados

Antigos militares da FLEC e suas famílias que se encontram acampados no Yabi, a sul da cidade de Cabinda, manifestaram o desejo de participar na reconstrução do país e no desenvolvimento socioeconómico da província.

Cristiano de Jesus expressou essa vontade em nome de toda a comunidade e sublinhou a importância de os ex-militares serem inseridos na vida social para poderem  dar o seu contributo ao desenvolvimento do país.
Dirigindo a preocupação à governadora provincial de Cabinda, Aldina da Lomba Catembo, durante a sua visita àquela localidade, Cristiano de Jesus explicou que muitas pessoas que se encontram no acampamento têm conhecimentos nas áreas de electricidade, saúde, educação e mecânica.
Martinho Lenda Razão, outro antigo militar da FLEC, revelou sentir-se bem. “A guerra não resolve nada. É só com base no diálogo que se encontra uma solução”, defendeu o antigo guerrilheiro.
O acampamento do Yabi foi criado em Outubro de 2007 para albergar 250 antigos militares da FLEC e familiares que  beneficiam de casas sociais, em construção junto ao acampamento “Projecto Habitacional do Yabi”, que inclui uma escola, um centro de saúde e um pólo desportivo.
Durante a visita, a governadora Aldina da Lomba Catembo presenciou a entrega dos subsídios de contingência referentes ao mês de Junho.

Tempo

Multimédia