Províncias

Cabinda regista 109 óbitos por malária

Um total de 176 mil 976 casos de malária, que resultaram em 109 óbitos, foi registado pelas autoridades sanitárias
da província de Cabinda, durante o primeiro trimestre do ano em curso, afirmou ontem o chefe de Departamento de Saúde Pública e Controlo de Endemias, da Secretaria Provincial da Saúde,
Razão Simão.

Fotografia: DR

Segundo o responsável, 
no mesmo período do ano passado, registou-se 139 mil 521 casos de malária, dos quais resultaram 80 óbitos.
Para diminuir o aumento
de casos de malária,
a  Secretaria Provincial
da Saúde entregou seis carrinhas de fumigação
a várias localidades, entre as quais  Cacongo, Buco-Zau e Belize, as mais afectadas.
Razão Simão disse que serão ainda distribuídos mosquiteiros em todas
as unidades sanitárias
da província.
“O aumento de casos
 de malária e, consequentemente,
de óbitos leva-nos a fazer um combate cerrado
à doença. No passado, tivemos a luta antivectorial, uma actividade feita com brigadistas em todos os municípios, além da acção de fumigação que era intra e extra domiciliar com o combate de vectores
de larvas”,  detalhou.

Tempo

Multimédia