Províncias

Centenas de alunos no ensino especial

Mais de mil alunos com deficiências têm acesso ao ensino especial na província de Cabinda, garantiu o responsável do sector, Jonato Pítulo. Estão matriculados 1.102 estudantes em Cabinda.

Nas salas especiais estão apenas os estudantes com deficiências agudas ou graves
Fotografia: Jornal de Angola

Do total de alunos com deficiências, 250 frequentam aulas em salas especiais e 852 em salas inclusivas. Nas salas especiais, especificou, estão os alunos com deficiências agudas ou graves, enquanto nas salas inclusivas estão os alunos com baixa audição e visão.  
A maior deficiência registada na província de Cabinda é a auditiva com 195 alunos, dos 250 inscritos. A província tem  450 salas inclusivas e 15 salas especiais, das quais 12 no município de Cabinda e uma em cada sede dos municípios de Cacongo, Buco Zau e Belize.
As salas especiais funcionam com 23 professores.  Jonato Pítulo salientou ainda que quatro alunos com necessidades educativas especiais terminam este ano o ensino médio e estão prontos a ingressar no ensino superior.
Dos quatro alunos provenientes das salas especiais, acrescentou, dois são finalistas da Escola de Formação de Professores e dois dos cursos de electrónica e de electricidade, no Instituto Médio e Politécnico de Cabinda.
Para além desses quatro, acrescentou, 16 alunos com necessidades educativas especiais, dos mais variados institutos existentes na província de Cabinda, estão a frequentar o ensino médio.

Ensino superior

Jonato Pítulo anunciou que estão em curso contactos com o Instituto Superior de Ciências de Educação (ISCED), da Universidade 11 de Novembro, para concretizar a entrada dos dois estudantes que vão sair da Escola de Formação de Professores, a fim de continuarem a formação superior.
Para os finalistas dos cursos técnicos vão ser feitas diligências junto das entidades competentes para que possam ter a formação superior, segundo Jonato Pítulo.
Dos quatro alunos finalistas, um é deficiente visual e os três restantes têm deficiência auditiva.
Na província de Cabinda, refira-se, estão a ser reabilitadas e construídas salas de aulas, para que mais crianças possam ser inseridas no sistema normal de ensino e aprendizagem. O projecto prevê também a admissão de professores.

Tempo

Multimédia