Províncias

Conservatória sem condições de atendimento

André Guto| Cabinda

A Conservatória do Registo Civil de Cacongo, Cabinda, debate-se com graves problemas nas instalações, que podem afectar o seu bom funcionamento e o atendimento público.

A conservadora disse que o edifício não  tem condições, nem de espaço, nem de higienidade, para prestar o serviço que deve prestar ao público.
Anabela Tati afirmou que a Conservatória de Cacongo tem há mais de dez anos um terreno para a construção de um edifício onde vão ficar instaladas todas as áreas do sector da Justiça, mas que o projecto até agora não passa disso mesmo.
Apesar de todas as dificuldades, referiu, foram registadas no ano passado cerca de mil crianças até aos cinco anos e 1.338 com mais de seis anos.
Na Conservatória são feitos diariamente entre 15 e 20 registos e emite igual número de certidões e 30 cédulas.
Funcionários da Conservatória deslocam-se todas as semanas às sedes comunais de Dinge e Massabi para fazerem registos.

Tempo

Multimédia