Províncias

Elefantes destroem culturas

Culturas diversas em 53 lavras foram devoradas por elefantes na regedoria de Mbembo-Mbote, município de Buco Zau, província de Cabinda, informou o soba Gastão Macosso.

Manadas de elefantes são vistas na região
Fotografia: AFP

Culturas diversas em 53 lavras foram devoradas por elefantes na regedoria de Mbembo-Mbote, município de Buco Zau, província de Cabinda, informou o soba Gastão Macosso.
A autoridade tradicional, que falava à Angop, indicou que as manadas de elefantes, em número indeterminado, estão a devorar as culturas dos aldeões até um raio de dez metros das residências, pondo em risco a segurança das populações.
As aldeias de Chilito e Mitombo-Novo são as mais afectadas, com risco de enfrentarem uma penúria alimentar, à medida que os animais vão devorando produtos agrícolas como banana, mandioca, batata e amendoim, que constituem a base da alimentação das comunidades locais. O soba aproveitou a ocasião para reiterar o apelo à intervenção das autoridades competentes, sob pena das populações começarem a abater esses animais, que representam um risco para a sua sobrevivência. O conflito entre os elefantes e os camponeses no município de Buco Zau é cíclico nos últimos dez anos.

Tempo

Multimédia