Províncias

Empreendedorismo ganha força nas escolas

Pedro Imbelono| Cabinda

Um total de 25.684 alunos de 43 escolas de Cabinda foram inseridos em vários programas de ensino do empreendedorismo, nos últimos quatro anos, revelou o secretário provincial de Educação, Ciência e Tecnologia.

A Feira do Aluno Empreendedor realizada no final de semana contou com a participação de centenas de jovens criadores da província
Fotografia: António Soares|Cabinda

Segundo Barros André, entre 2010 e 2012 a província dispunha apenas de nove escolas e 1.091 alunos a estudar a disciplina de Empreendedorismo.
As autoridades da província de Cabinda vão continuar a desenvolver esforços para que todas as escolas do II Ciclo disponham da cadeira de Empreendedorismo, de modo a promover a criação de pequenos negócios entre os jovens depois de terminarem a formação.
Barros André salientou que a inclusão da disciplina no currículo escolar tem sido louvada pelos alunos, daí a adesão à aprendizagem de técnicas e estratégias para a criação negócios.
Neste quadro, estudantes de 43 escolas do I e II Ciclo do Ensino Secundário de Cabinda participaram no fim-de-semana na primeira edição da Feira do Aluno Empreendedor. O secretário provincial indicou que o objectivo da Feira, testemunhada pelo vice-governador para o sector Político e Social, Victor do Espírito Santo, foi descobrir o potencial criativo dos alunos com vocação para o empreendedorismo.
Na Feira do Aluno Empreendedor, promovida pela Secretaria Provincial da Educação, Ciência e Tecnologia, foram expostos 160 produtos, desde os agrícolas (mandioca, banana, batata-doce e hortícolas) aos pequenos equipamentos de invenção individual de alunos, com destaque para geradores, sensores, controlos remotos, circuitos eléctricos e objectos de decoração.

Tempo

Multimédia