Províncias

Escolas e sistema de água em construção em Cacongo

André Guto | Cacongo

A construção de escolas, postos de saúde e de sistemas de captação e distribuição de água à população do município de Cacongo continua a ser a grande aposta das autoridades governamentais de Cabinda, reiterou ontem a governadora local.

Mais água potável para o município
Fotografia: Rafael Taty |

Aldina da Lomba salientou que a prioridade para os referidos sectores tem a ver com o facto de os mesmos serem os que mais impacto criam a nível das populações, não só do município de Cacongo, mas de toda a província.
Apesar da actual crise financeira reinante no país, a governadora provincial de Cabinda referiu que as autoridades vão dar continuidade aos projectos inseridos no Programa de Combate à Pobreza.
Em função dos poucos recursos financeiros, Aldina da Lomba pediu à Administração Municipal de Cacongo maior rigor na gestão do dinheiro alocado, para que se possa atingir os objectivos preconizados quer pelo Executivo, quer pelo governo local nas acções que têm a ver com a melhoria do bem-estar das população.
Durante a estadia de três dias, em Cacongo, a governadora visitou as obras do hospital municipal, da estação de captação e tratamento de água de Lelengi e as de reabilitação da estrada entre Lico e Tumbo, numa extensão de 35 quilómetros.
Aldina da Lomba visitou ainda outros empreendimentos em curso no município de Cacongo, no âmbito de uma jornada de trabalho para radiografar a realidade socioeconómica da região, que dista 45 quilómetros a Norte da província de Cabinda.
Em Cacongo, Aldina da Lomba reuniu com os membros do Conselho Municipal da Administração e de Auscultação e Concertação Social, para informar sobre o actual quadro financeiro do país, assim como ouvir os problemas que mais inquietam os habitantes.
Nas vestes de primeira secretária provincial do partido MPLA, Aldina da Lomba realizou também uma jornada política, com destaque para o acto de massas, campanha porta-a-porta de angariamento de militantes e a doação de medicamentos e material gastável ao hospital municipal.

Tempo

Multimédia