Províncias

Estrada liga Miconje e Belize

André Guto | Cabinda

As populações da comuna de Miconje e da aldeia Alto Sundi, em Cabinda vão, 20 anos depois, deixar de percorrer longas distâncias, com a reabilitação da estrada que liga as duas localidades, numa extensão de 74 quilómetros.

As populações da comuna de Miconje e da aldeia Alto Sundi, em Cabinda vão, 20 anos depois, deixar de percorrer longas distâncias, com a reabilitação da estrada que liga as duas localidades, numa extensão de 74 quilómetros.
As obras, a cargo da empreiteira Meng engenharia, são financiadas pelo governo da província, no âmbito do Programa de Investimentos Públicos (PIP). Os trabalhos da reabertura da via de acesso entre a comuna de Miconje e Alto Sundi (Belize) caminham a um ritmo acelerado e sem sobressalto.
O governador da província, Mawete João Baptista, visitou ontem a comuna de Miconje e no terreno constatou o andamento das obras de outros projectos sociais em curso na localidade, tendo manifestado a sua satisfação sobre o progresso dos trabalhos de reabertura da via Miconje/Alto Sundi. Neste momento decorrem os trabalhos de terraplenagem e alargamento das bermas.
“Estamos satisfeitos pelos trabalhos que estão a ser feitos. Cruzámo-nos com vários camiões carregados de pessoas e bens em direcção à cidade, o que não acontecia no passado. Portanto, estamos a trabalhar para diminuirmos o sofrimento das populações”, disse.
Com a conclusão das obras, o governo da província, segundo Mawete João Baptista, já pensa em reforçar as medidas de segurança das populações e da zona fronteiriça de Kikumbo com a República Democrático do Congo.
No âmbito do programa de combate à pobreza, o responsável máximo da província orientou a administração municipal de Belize no sentido de implementar projectos de construção de escolas, postos médicos e sistemas de abastecimento de água potável.
Na sua deslocação à comuna do Alto Maiombe, o governador, no âmbito dos Projectos de Desenvolvimento Municipal Integrado e de Combate à Pobreza, inaugurou duas escolas, sendo uma do primeiro ciclo do ensino secundário, na aldeia de Matangui e outra na localidade de Bulo, do ensino primário.
A primeira escola conta com seis salas, com capacidade para acolher 40 alunos cada, e vai funcionar em dois turnos, manhã e tarde, enquanto a segunda possui duas salas, para 35 alunos.
O administrador do município do Belize, José Cobaia, salientou que a reabilitação da via Miconje/Alto Sundi vai facilitar às populações das duas localidades circularem livremente, com os seus produtos do campo para as cidades.Populares contactados pela reportagem do Jornal de Angola foram unânimes em afirmar que a reabilitação da via vai trazer benefícios para a população, sobretudo a da regedoria de Kikumbo, que era obrigada a deslocar-se à República do Congo Democrático ou Congo Brazzaville para adquirir bens de consumo.
No âmbito dos Projectos de Desenvolvimento Municipal Integrado e de Combate à Pobreza, o governador Mawete João Baptista inaugurou duas escolas, sendo uma do primeiro ciclo do ensino secundário na aldeia de Matangui e outra na localidade de Bulo, do ensino primário, ambas na comuna de Miconje. A primeira escola tem seis salas com capacidade para 40 alunos cada e vai funcionar em dois turnos, manhã e tarde, enquanto a segunda possui duas salas, com capacidade para 35 alunos cada.

Tempo

Multimédia