Províncias

Famílias de Chimbolo e Cotra já beneficiam de água tratada

André Guto |Cabinda

Cerca de três mil famílias das localidades de Chimbolo e de Cotra, em Cabinda, passam a beneficiar de água potável, com a entrada em funcionamento,ontem,mais de 40 anos depois, de um sistema de captação e tratamento, com capacidade de produzir 35 metros cúbicos por hora.

Torneiras voltam a ter utilidade
Fotografia: Maria Augusta

Inaugurado pela governadora provincial de Cabinda, Aldina da Lomba Catembo,o sistema é sustentado por um furo artesiano de 60 metros de profundidade e um tanque com capacidade para armazenar 300 metros cúbicos, além de cinco fontenários.
O secretário da comissão da aldeia de Chimbolo, Francisco Mangovo, afirmou que a colocação do sistema para as populações das aldeias de Chimbolo e Cotraé resultado dos esforços que as autoridades realizam para a melhoria das condições sociais básicas dos habitantes.
Com a instalação do sistema de captação de água, as populações sentem-se mais aliviadas, pois deixam de percorrerdiariamente mais de dois quilómetros até ao rio, em busca de água para consumo.
A população solicitou ao Governo Provincial que continue a desenvolver esforços para resolver os problemas da estrada, principalmente a que liga Povo Grande aCotra, por se encontrar totalmente esburacada, da corrente eléctrica, da carência de salas de aulas e da ampliação do Posto Médico.
Em resposta, a governadora provincial de Cabindagarantiu que o Programa de Combate à Pobreza prevê uma série de acções que visam a melhoria das condições de vida das populações, com destaque para a construção e reconstrução de unidades sanitárias, escolares e turísticas, bem como o apoio à agricultura, reparação de estrada e outras.
Aldina da Lomba apelou à população para cuidar do empreendimento inaugurado, de forma a que as dificuldades superadas nodomínio da água não voltem a surgirnesta parcela da província de Cabinda.

Tempo

Multimédia