Províncias

Fortes chuvas matam e danificam moradias

Pedro Suculate

Uma pessoa morreu e 43 ficaram feridas na sequência das fortes chuvas que se registam na província de Cabinda, informou, sexta-feira, o comandante provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros(SPCB).

Fotografia: Ja Imagens


Francisco Dumbi, que falava por ocasião do Dia dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros, acrescentou que este ano as chuvas destruíram também 950 residências. Além do número considerável de residências que ficaram danificadas, o comandante dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros disse ainda que a chuva destruiu três igrejas e duas outras ficaram inundadas.
A nível da província de Cabinda, disse, 683 residências estão situadas em zonas de risco. No que se refere a outras ocorrências, o comissário Francisco Dumbi afirmou que os Serviços de Protecção Civil e Bombeiros registaram, durante o ano prestes a terminar, 110 incêndios, dos quais 64 causados por curto-circuito, que resultaram na morte de duas pessoas e ferimento de uma.
Os incêndios, segundo o comandante dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros, causaram danos materiais avaliados em 76 milhões de kwanzas.
Foram registados ainda pelos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros 33 casos de afogamento, onde 18 cidadãos foram resgatados com vida e 15 sem vida.
    O governador Eugénio Laborinho exortou a população no sentido de colaborar com os SPCB, acatando os conselhos úteis para se evitar consequências que podem pôr em causa a vida humana.

Tempo

Multimédia