Províncias

Gestão da floresta passa para a ONU

A Iniciativa Transfronteiriça de Conservação da Floresta do Maiombe, que envolve Angola, Congo Brazzaville, Congo Democrático e Gabão, vai passar à Comissão de Gestão de Maiombe, que vai estar sob a alçada directa das Nações Unidas, afirmou em Luanda o seu secretário executivo.

Agostinho Chicaia disse que a nova nomenclatura vai permitir uma maior partilha dos serviços por parte dos países membros, tendo em conta a dimensão desta floresta, estimada em mais de 290 mil hectares, considerada o segundo “pulmão do mundo”, depois da Amazônia, o que a vai tornar num património da humanidade. 

Tempo

Multimédia