Províncias

Governo oferece embarcações de pesca

Bernardo Capita | Cabinda

O sector de pesca artesanal foi reforçado com dez pequenas embarcações (chatas) e material de apoio à actividade piscatória, numa iniciativa do Governo Provincial de Cabinda, no âmbito do Programa de Combate à Pobreza. 

Meios entregues vão permitir uma maior captura de pescado tendo em vista mais rendimentos
Fotografia: António Soares

Entre os materiais disponibilizados pelo Governo, além das embarcações, destacam-se linhas de pesca diversas, cabos para ancoramento, coletes salva-vidas, anzóis, reflectores de radares, lanternas, capas de chuva e bóias de sinalização.  As chatas estão munidas de motores com capacidade de 25 KVAS, potência mais que suficiente para navegar na zona marítima de Cabinda e capazes de contrapor as fortes correntes do rio Zaire.
A governadora de Cabinda, Aldina da Lomba, que procedeu a entrega dos meios à Associação de Pescadores da província, afirmou que os meios entregues aos pescadores fazem parte de um conjunto de iniciativas do Programa do Governo que prevê incentivar o empreendedorismo e os empresários nacionais.
Os equipamentos, referiu, vão certamente permitir uma maior captura de pescado, tendo em vista uma maior oferta às populações.
Lucas Mataia Loto, da Associação de Pescadores de Cabinda, a­gradeceu a oferta e disse que os meios dados pelo Governo Provincial vão contribuir para o aumento da capacidade de produção, melhoria da dieta alimentar e na diminuição do desemprego entre a juventude.
  Além dos meios postos à disposição, Lucas Mataia Loto pediu ao governo da província para instalar câmaras de produção de gelo e conservação do pescado.
No início do ano, dez pescadores do município de Cacongo também receberam o mesmo apoio do Governo Provincial. 

Tempo

Multimédia