Províncias

Hoteleiros formados no Centro Profissional

André Guto | Cabinda

Um total de 256 profissionais  de hotelaria concluíram este ano a sua formação no Centro de Superação Profissional de Hotelaria da província de Cabinda, informou o chefe de departamento interino da instituição académica, David Panzo Mavungo.

Durante noves meses, 256 formandos foram submetidos a aulas práticas e teóricas. A fase de estágios veio a seguir, nas especialidades de cozinha, pastelaria, mesa, bar, decoração e guias turísticas; enologia, higiene, dietética, relações públicas, português, francês e inglês.
O chefe de departamento da Hotelaria, David Panzo Mavungo, disse que o Centro de Superação Profissional de Hotelaria existe desde 1990 e os candidatos interessados devem no acto de matricula apresentar o certificado de habilitações literárias, a partir da 6ª classe em diante, fotocópia do Bilhete de Identidade, duas fotografias tipo passe, boletim de sanidade, atestado médico, capa de processo e mil kwanzas. O Centro de Superação Profissional de Hotelaria de Cabinda foi criado para formar também alunos das províncias do Zaire e Uíge, mas por falta de condições materiais limita-se a formar alunos de Cabinda.
O Centro de Superação  Profissional  de Hotelaria já formou, desde 1990, 3.921 profissionais do ramo de hotelaria, estando muitos destes empregados nas empresas petrolíferas que operam no campo do Malongo e noutras unidades hoteleiras e similares da província.

Tempo

Multimédia