Províncias

Marginal nasce na cidade de Cabinda

Bernardo Capita |Cabinda

A construção de uma marginal para tornar a orla marítima da cidade de Cabinda mais atraente e o trânsito mais fluido, é uma das principais tarefas constantes nas obras de requalificação da cidade, revelou ontem  o secretário provincial das Obras Públicas.

Juliano Capita, que não avançou a data do começo dos trabalhos da construção da futura marginal de Cabinda, disse que a infra-estrutura vai possuir aproximadamente 15 quilómetros de extensão, partindo de Luvassa Sul até o Porto de Cabinda.
O secretário provincial das Obras Públicas de Cabinda afirmou que o projecto vai ser materializado por fases, numa perspectiva de curto, médio e longo prazos. “As obras da futura marginal de Cabinda apresentam um projecto estrutural muito grande, pelo que não devem ser executadas a curto prazo, nem numa perspectiva imediata", disse, salientando que nesta primeira fase, a atenção do Governo Provincial está assente nas obras de requalificação dos bairros para depois culminar com a referida empreitada.
Juliano Capita disse também que a implementação do projecto de construção da nova marginal de Cabinda vai envolver a demolição de casas construídas junto à zona costeira.
Referiu que ao longo dos últimos tempos foi feita uma ocupação desordenada da zona costeira, com muitas construções ilegais e sem obedecerem o princípio da normalização urbanística, dai que a execução das obras da marginal exige a expropriação destas.
No tocante às obras de requalificação da cidade de Cabinda, iniciadas há cerca de mês e meio, Juliano Capita adiantou que os trabalhos incidem ainda na asfaltagem de principais estradas, que interligam a zona periférica e a urbana.
O secretário provincial de Cabinda das Obras Públicas acrescentou que, por agora, as vias secundárias e terciárias vão ser apenas terraplanadas, incluindo alguns troços em zonas rurais, com destaque para os que partem da aldeia de Subantando à Banda Sanvo e de Chadede à Buco Mazi, numa extensão de 20 quilómetros.
A governadora  da província de Cabinda, Aldina da Lomba, visitou as localidades, incluindo o perímetro onde vai ser construída a futura marginal de Cabinda, para avaliar o andamento dos trabalhos em curso na região.

Tempo

Multimédia