Províncias

Moradores de Homobe têm casas em Setembro

André Guto |Cabinda

Em Homobe de Cima, Belize, norte de Cabinda, são construídas até Setembro, 200 casas sociais T3, cuja primeira pedra foi colocada numa cerimónia a que presidiu o governador da província.

Em Homobe de Cima, Belize, norte de Cabinda, são construídas até Setembro, 200 casas sociais T3, cuja primeira pedra foi colocada numa cerimónia a que presidiu o governador da província.
Mawete João Baptista lembrou que o projecto, fruto da independência nacional proclamada em 11 de Novembro de 1975, surge no âmbito do programa nacional de construção de 200 casas em cada município, recentemente anunciado pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos.
O secretário provincial do Ordenamento do Território, Urbanismo e Ambiente, Paulo Luvambano, referiu, ao Jornal de Angola, que as obras de construção das casas somente começam a partir de Abril devido aos trabalhos de desmatação e da limpeza do terreno. Concluído os  trabalhos que estão a ser realizado, outros passos vão ser dados para a concretização do projecto habitacional.
Na construção das 200 casas, anunciou, estão envolvidas várias empresas locais de construção civil para permitir que as obras terminem em seis meses, como foi decidido pelo governo da província. 
O administrador do Belize, José Cubaia, declarou estar satisfeito por o seu município ser o primeiro da província de Cabinda a beneficiar do projecto.
O programa prevê também a construção de igual número de casas nos municípios de Buco-Zau e Cacongo.
No município de Cabinda vão ser edificadas duas mil casas no âmbito do subprograma de construção de 110 mil fogos habitacionais.

Tempo

Multimédia