Províncias

Novos projectos sociais no Lunje

Justino Vitorino | Lunje

A comuna do Lunje, no município do Bailundo, província do Huambo, ganha nos próximos meses novas infra-estruturas sociais que vão permitir melhorar a imagem e a prestação dos serviços básicos às populações da circunscrição, informou ontem o administrador.

Educação é o sector com mais benefícios
Fotografia: Nuno Flash

Bento Catchiyo disse que estão em construção mais 12 salas de aulas e várias residências sociais para albergar os quadros, entre administrativos, professores e enfermeiros que trabalham na localidade.
O administrador disse que o projecto, de âmbito provincial, consta do Programa de Desenvolvimento Rural e de Combate à Pobreza, e visa resgatar a imagem da vila do Lunje e aumentar a oferta dos serviços sociais às populações. No quadro do Programa de Investimentos Públicos, estão igualmente em curso a reabilitação de várias infra-estruturas sociais e a melhoria do fornecimento de água potável e de energia eléctrica. A educação é dos sectores que mais se destacam na comuna, com mais dez mil alunos matriculados da iniciação ao ensino secundário. Com o recrutamento de mais professores nos concursos públicos realizados nos anos anteriores, a comuna deixa de registar crianças fora das salas de aulas.
A reabilitação do troço rodoviário entre a sede comunal e a vila do Bailundo é outro projecto em curso na região, que depois de concluído pode melhorar a circulação e facilitar as trocas comerciais. A construção de chafarizes e a montagem de sistemas de captação e distribuição de água, nas localidades distantes e bairros periféricos da vila do Lunje, também estão entre as prioridades das autoridades, para incentivar a população a consumir água potável e preservar a saúde. O administrador sublinhou que o Governo do Huambo e os seus parceiros sociais vão continuar a envidar esforços no sentido de construir mais infra-estruturas sociais e melhorar a vida na comuna.

Tempo

Multimédia