Províncias

Núcleo local de Oncologia vive com muitos problemas

Bernardo Capita | Cabinda

O Núcleo de Oncologia em Cabinda está sem condições para tratar pacientes com problemas de cancro da mama, afirmou nesta cidade a sua coordenadora, Maria Beua da Conceição.

O núcleo apenas se limita a proceder a diagnósticos e os casos detectados são transferidos para Luanda, onde existem meios para o tratamento. “Continuamos a não ter condições para o tratamento de pacientes com problemas de cancro da mama”, disse.
 Maria Beua da Conceição afirmou que alguns pacientes,por iniciativa própria, vão aos países vizinhos, RDC e Congo Brazzaville (Ponta Negra), em busca de melhor tratamento.
Maria Beua da Conceição afirmou que dos diagnósticos até aqui feitos pelo núcleo, detectaram-se quatro casos de tumores, dos quais três de sexo feminino e um do sexo masculino.
Durante o primeiro trimestre do presente ano foram detectados 39 nódulos de mama. Apesar das dificuldades com que o Núcleo de Oncologia se depara, a responsável apelou à sociedade para ter o hábito de rastreio do cancro da mama, porque quanto mais cedo a doença for diagnosticada, mais fácil é o tratamento e cura.
“O cancro da mama, quando detectado muito cedo, tem cura e a paciente ou o paciente têm maisprobabilidades de continuar a viver e levar a sua vida normalmente”, disse.

Tempo

Multimédia