Províncias

Professores reforçam competências em curso de qualificação

Leonor Mabiala| Cabinda

A planificação colectiva das aulas e a realização de aulas de entrevista, como mecanismo de conhecer os níveis psico-genéticos de cada aluno para o seu enquadramento no grupo, antes de se criarem turmas de alfabetização, são algumas conclusões saídas do seminário de formação de formadores e supervisores do programa de alfabetização e aceleração escolar, realizado no fim-de-semana, em Cabinda.

A planificação colectiva das aulas e a realização de aulas de entrevista, como mecanismo de conhecer os níveis psico-genéticos de cada aluno para o seu enquadramento no grupo, antes de se criarem turmas de alfabetização, são algumas conclusões saídas do seminário de formação de formadores e supervisores do programa de alfabetização e aceleração escolar, realizado no fim-de-semana, em Cabinda.
O encontro foi promovido pela secretaria provincial de Educação, Ciência e Tecnologia, contou com a participação de 23 formandos e teve a duração de cinco dias. 
A acção formativa pretendeu contribuir para o aumento de efectivos, contextualização do programa e melhoria do atendimento formativo e orientação administrativa.    
Os participantes no encontro abordaram temas ligados à aprendizagem da leitura e escrita, construção de pensamento matemático a partir de actividades concretas, interpretação e produção de textos e gramática aplicada, entre outros.  A secretária provincial de Educação Ciência e Tecnologia, Helena Berta Marciano, disse que a instituição sai reforçada com formadores e supervisores competentes, dotados de competências que vão assegurar o programa de alfabetização e aceleração escolar.
José Marcos Paca, em nome dos participantes no seminário, destacou a importância da acção formativa, considerando que ela proporcionou conhecimentos que vão contribuir para a melhoria do exercício das actividades académicas.
O seminário foi orientado pela assessora do Ministério da Educação, Verónica Amaro, e por Odeht Sonhe e Felisberto Afonso, técnicos da instituição.

Tempo

Multimédia