Províncias

Projectos para o crescimento anunciados pela governadora

Bernardo Capita | Belize

As condições sócio-económicas das populações da região do Alto Sundi, no município de Belize, vão melhorar significativamente a partir do próximo ano, com a implementação pelo governo da província de Cabinda de vários projectos sociais.

As condições sócio-económicas das populações da região do Alto Sundi, no município de Belize, vão melhorar significativamente a partir do próximo ano, com a implementação pelo governo da província de Cabinda de vários projectos sociais.
A governadora de Cabinda, Aldina da Lomba, que trabalhou durante dois dias na sede municipal de Belize, afirmou que as obras estão inseridas no plano de desenvolvimento do Alto Sundi. O programa visa a melhoria das condições de vida das populações.
Aldina da Lomba, que não avançou o valor global dos projectos naquela localidade, realçou que as obras visam dar resposta à carência de infra-estruturas que se regista no Alto Sundi, principalmente nos domínios da educação, saúde e vias rodoviárias. O programa de desenvolvimento do Alto Sundi prevê ainda a construção de habitações sociais, bem como a reconstrução da Missão do Mboca.
A governadora considerou preocupante o actual quadro social do Alto Sundi, em virtude das enormes dificuldades com que os seus habitantes, maioritariamente camponeses, se deparam. Mas acrescentou que esta é uma fase que será superada, fruto das acções levadas a cabo pelas autoridades.
Neste momento, a zona está desprovida de cuidados médicos, o que força a população a deslocar-se à sede municipal para ser assistida. No domínio do ensino, a situação pouco difere, pois as crianças estudam em escolas precárias.
O governo provincial deu início, em 2010, à reabilitação da via Caioguembo/Kicumba Congo, numa extensão de 100 quilómetros, para permitir a circulação rovodiária, bem como facilitar a instalação de serviços sociais básicos na região.

Tempo

Multimédia