Províncias

Protecção à criança entre as prioridades

Leonor Mabiala | Cabinda

A governadora da província de Cabinda, Aldina da Lomba, deplorou o comportamento negativo de certos pais e encarregados de educação que ao invés de prestarem atenção às crianças submetem-nas a trabalhos forçados, para garantir o sustento familiar.

A governante manifestou tal preocupação durante o convívio que brindou a 300 crianças, denominado “Natal Solidário”, no Palácio do Governo, sob o lema “Com alegria, paz e amor festejemos o Natal da criança”.
“Os pais esquecem que as crianças precisam de carinho e afecto, brincar e conviver com os seus progenitores, num ambiente harmonioso”, disse
Do ponto de vista institucional, disse a governadora, o Governo tudo tem feito no sentido de proporcionar à criança tudo o que ela merece, sobretudo no que toca à educação, construindo instituições para o efeito, formação das educadoras, vigilantes e pessoal social para cuidar destas instituições e das crianças.
A governadora recordou que o Governo vai continuar a prestar uma maior atenção à criança, visando o seu bem-estar, saúde, educação e registo civil. Em representação de todas as crianças, Maria Larice agradeceu a realização do acto e pediu ao Governo, aos pais e encarregados de educação que continuem a promover acções que protejam a criança e, por outro, que as instituições judiciais apliquem severas medidas a todos aqueles que de promovem a violência infantil.

Tempo

Multimédia