Províncias

Repovoamento florestal em Cabinda

André Guto | Cabinda

A campanha de repovoamento florestal de Cabinda foi aberta oficialmente quarta-feira, procedimento anual que tem por objectivo avaliar os níveis de exploração madeireira do período anterior e perspectivar acções do sector.

Panorâmica da cidade capital de Cabinda
Fotografia: António Soares | Cabinda

A abertura da campanha foi presenciada por empresários do ramo madeireiro, durante a qual o representante do Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF) teve ocasião de informar sobre os procedimentos da actividade de exploração da madeira e repovoamento florestal, visando o equilíbrio do e­cossistema e do ambiente.
 A cerimónia decorreu na sala de reuniões das secretarias e os participantes analisaram, entre outros assuntos, os resultados da campanha do ano passado e referências do ponto de vista técnico para a presente campanha, com base nos instrumentos metodológicos e legais em vigor.
Os principais constrangimentos verificados na realização dos programas de produção das empresas e cumprimento das normas e preceitos legais inerentes à actividade de exploração da madeira foram também abordados.
O vice-governador para sector empresarial, Romão Macário Lembe, lembrou que Cabinda é a província detentora da maior floresta de Angola, que comporta grande número de espécies de madeira de grande valor comercial.
Romão Macário Lembe defendeu o estabelecimento e a aplicação de políticas e estratégias correctas para a exploração florestal de forma sustentável, visando a protecção da floresta e sua diversidade biológica.

Tempo

Multimédia