Províncias

Sector da Saúde foi radiografado pela governadora

Bernardo Capita | Cabinda

Os aspectos de ordem financeira, administrativa e funcional que obstaculizam o bom funcionamento das unidades hospitalares em Cabinda foram radiografados quinta-feira pela governadora Aldina da Lomba.

Aldina da Lomba
Fotografia: JA

A jornada de campo da governadora começou na Secretaria Provincial da Saúde, seguindo-se o dispensário, centros de saúde do Tchizo, de Povo Grande, unidades infecto-contagiosas de Santa Catarina e Chiweca, onde constatou a escassez de fármacos essenciais, de equipamentos de diagnóstico de casos complicados e superlotação.
A governadora foi informada que a falta de serviços especializados nas unidades sanitárias construídas pelo governo da província na periferia da cidade de Cabinda tem feito com que muitos doentes sejam obrigados a procurar o Hospital Regional de Cabinda, causando o seu congestionamento. Aldina da Lomba solicitou aos profissionais da saúde maior empenho na assistência aos doentes.
A Secretaria Provincial da Saúde foi orientada no sentido de colocar médicos e instalar serviços de especialidade nos centros de saúde da periferia da cidade de Cabinda.
O vice-governador para a Área Política e Social, Victor do Espírito Santo, que integrou a comitiva da governadora Aldina da Lomba, admitiu haver problemas no sector da Saúde, mas, acrescentou, “o governo da província está atento à situação e tudo fará para se inverter o quadro, para melhorar a assistência”.

Tempo

Multimédia