Províncias

Técnicos de Educação promovem projectos

Augusto Cuteta|

Uma delegação da Associação dos Profissionais de Educação Especial em Angola (APEEA) esteve a trabalhar com as entidades governamentais e representantes da sociedade civil da província de Cabinda, com vista a garantir parcerias na criação de centros comunitários para apoiar pessoas com necessidades educativas especiais.

Uma delegação da Associação dos Profissionais de Educação Especial em Angola (APEEA) esteve a trabalhar com as entidades governamentais e representantes da sociedade civil da província de Cabinda, com vista a garantir parcerias na criação de centros comunitários para apoiar pessoas com necessidades educativas especiais.
Durante a sua estada em Cabinda, os membros da associação tiveram encontros com os vice governadores Feliciano Lopes Toco e António Manuel Gime, além de directores provinciais.
Os membros da Associação dos Profissionais de Educação Especial em Angola reuniram-se ainda com responsáveis do Instituto Nacional da Criança, responsáveis de igrejas locais e da empresa petrolífera Chevron. Nos encontros, os profissionais de educação especial receberam garantias de cooperação por parte das instituições.
Fruto dos encontros, nos próximos dias a província de Cabinda vai contar com um delegado da Associação dos Profissionais de Educação Especial.
Na província de Cabinda, os responsáveis da Associação dos Profissionais de Educação Especial em Angola chefiados pela vice-presidente da associação, Maria Lúcia, visitaram duas escolas onde existem salas de aulas para alunos com necessidades educativas especiais.

Tempo

Multimédia