Províncias

Universidade forma centenas de licenciados

André Guto|Cabinda

A Universidade 11 de Novembro, da Região Académica III, em Cabinda, procedeu, esta semana, à entrega de diplomas de licenciatura a 200 estudantes.

Novos quadros prometem colocar em prática os conhecimentos adquiridos na formação
Fotografia: António Soares| Cabinda

Dos formados, 24 concluíram o curso de Direito, 58 de Gestão de Empresas, dois de Biologia, 16 de História, 10 de Matemática, 41 em Pedagogia e 49 de Psicologia.
A cerimónia de outorga dos diplomas decorreu no pavilhão multi-usos do Tafe e foi presidida pelo Ministro do Ensino Superior, Adão do Nascimento.
O governante felicitou os licenciados e pediu que apliquem na prática os conhecimentos adquiridos durante o tempo da formação.
“Faço votos que os conhecimentos adquiridos e as competências desenvolvidas sejam muito bem interiorizados e vividos por vós a cada dia, em cada minuto.
É a única maneira de fazer a diferença, de mostrar que crescemos por termos passado por uma escola”, enfatizou.   
Adão do Nascimento felicitou a reitoria da Universidade 11 de Novembro por ter garantido o bom funcionamento das distintas unidades orgânicas existentes nas províncias de Cabinda e Zaire, cujos resultados se traduzem na boa formação de quadros superiores.
O titular da pasta do Ensino Superior agradeceu ao Governo Provincial de Cabinda pelo apoio à Universidade 11 de Novembro, incluindo as respectivas faculdades, o que permitiu que os objectivos traçados pelo Executivo no domínio da formação fossem alcançados. “Estamos atentos e dispostos a colaborar com a Universidade 11 de Novembro na avaliação de projectos para continuarmos a fortalecer o subsistema do Ensino Superior e engrandecer o sistema de Educação”, disse.  O vice-governador de Cabinda para o sector económico e produtivo, Romão Lembe, realçou a importância da formação destas duas centenas de licenciados, que vão doravante contribuir para o desenvolvimento da província, em particular, e do país, em geral.
O reitor da Universidade 11 de Novembro, Kianvu Tamu, disse que a instituição vai contribuir na realização dos objectivos definidos e orientados pelo Executivo no âmbito da estratégia nacional de formação de quadros.

Tempo

Multimédia