Províncias

Camponesas são inseridas na segurança alimentar

Matias da Costa| Cuito

A organização checa "People in Need" lançou, pela primeira vez, na província do Bié, o projecto de melhoria da segurança alimentar e nutricional virado para população através de instalações de unidades moageiras nas comunidades.

"People in Need" apoia projecto de cariz alimentar
Fotografia: Edições Novembro

A experiência piloto desenvolvida nas localidades de Cassuanga, Chicala, Ukuachalo, nos municípios do Cuito e Nharea, concentra-se em pessoas afectadas pela fome, especialmente as crianças até aos cinco anos e mulheres em idade reprodutiva.
Elena Catalan referiu que o projecto formado por "cooperativas de moagens mu-lheres rurais", permite que os produtos do campo sejam transformados e consumidos em directo na mesma região associadas à práticas seguras de higiene e promoção de saúde.
A gestora de Saúde da or-ganização explica que os camponeses têm um elevado ín-
dice de produção, mas a falta de meios para a transformação  ou do seu   escoamento causam a deterioração e aumento do risco da desnutrição. />Elena Catalan afirma que o projecto é de promoção à mulher rural, no sentido de dinamizar o desenvolvimento local e contribuir para redução da pobreza.
As cooperativas, segundo a responsável, serão formadas por um grupo de mulheres que participam desde quarta-feira" numa formação para gerência do projecto e fazem ainda parte apenas dois homens responsáveis pela componente técnica das moagens.
O Jornal de Angola teve acesso ao relatório anual dos serviços de controlo de grandes endemias que ilustram a morte de 240 pessoas, entre crianças e mulheres, por desnutrição, em 2017. Nesse sentido, verificou-se um aumento de 80 mortos em relação a igual período anterior.
Matias da Costa| Cuito

Tempo

Multimédia